slide
Read More

Nossas Noites – Kent Haruf

slide
Read More

Linha Óleo de Coco – Novex

slide
Read More

3 coisas – pH, kH e gH (explicação SIMPLES)

slide
Read More

5 coisas que você precisa saber sobre o Beijador – Minha Fauna

A Febre do Amanhecer

Esse mês chegaram aqui em casa dois livros da Companhia das Letras, entre eles, A Febre do Amanhecer, um livro que me encantou logo à primeira vista.

A Febre do Amanhecer

A Febre do Amanhecer é um romance pós guerra escrito pelo escritor húngaro Péter Gárdos baseado na história de amor de seus pais. O romance é todo ambientado pelas cartas trocadas pelo casal.

Em julho de 1945, após ter sido libertado dos horrores dos campos de concentração, Miklós, aos 25 anos é acolhido na Suécia para recuperar sua saúde. Totalmente desenganado por seu médico devido à tuberculose, o húngaro recebe a notícia de que lhe restam poucos meses de vida.

Porém, morrer não está em seus planos. Miklós deseja primeiro encontrar uma boa moça húngara para ser sua esposa. Com planos megalomaníacos, o rapaz consegue o endereço das 117 mulheres húngaras que estão sendo tratadas na Suécia e escreve a cada uma delas (com cartas iguais), a procura daquela que será sua futura mulher.

Lili Reich, uma jovem de 18 anos está em outra parte do país, se curando de problemas renais causados pelos horrores do campo de concentração e recebe uma de suas cartas. Logo, esse diálogo passa a ser a maior alegria de seus dias iguais.

Com uma narrativa ágil, divertida e extremamente cativante, o livro me prendeu do começo ao fim.

Um rapaz, meio jornalista, meio poeta, com ideologias fortes e espirito de liderança. Uma moça, já devastada pela guerra e desacreditada de suas crenças. A Febre do Amanhecer é mais que um romance e um grito de amor à pátria, é uma ponta de esperança num mundo capaz de tanta dor.

A Febre do Amanhecer

A Febre do AmanhecerA Febre do Amanhecer A Febre do Amanhecer

Sinopse

Uma comovente e divertida história de amor entre dois sobreviventes do Holocausto baseada em fatos reais.

Julho de 1945. Miklos é um jovem húngaro de 25 anos que sobreviveu ao campo de concentração e foi levado para a Suécia para recuperar a saúde. Mas logo os médicos o desenganam: ele tem os pulmões comprometidos e conta com poucos meses de vida. Miklos, porém, tem outros planos. Ele não sobreviveu à guerra para morrer num hospital. Após descobrir o nome de 117 jovens húngaras que também se encontram em recuperação na Suécia, ele escreve uma carta a cada. Uma delas, ele tem certeza, se tornará sua esposa. Em outra parte do país, Lili lê a carta de Miklos e decide responder. Pelos próximos meses, os dois se entregam a uma correspondência divertida, inusitada, cheia de esperança. Baseado na história real dos pais do autor, A febre do amanhecer é um romance vibrante e inspirador sobre a vontade de amar e o direito de viver.

Autor: Péter Gárdos
Tradução: Edith Elek
Editora: Companhia Das Letras
Páginas: 215
Preço Médio: R$39,90

Onde Comprar

Não deixe de curtir nosso facebookinstagram e twitter pra não perder nada!

Comentários

comments

Designer metida a Valente. Apaixonada por livros, maquiagem, cabelos e cores. Namorada que aguenta as palhaçadas e músicas ruins do Paulo.