slide
Read More

Nossas Noites – Kent Haruf

slide
Read More

Linha Óleo de Coco – Novex

slide
Read More

3 coisas – pH, kH e gH (explicação SIMPLES)

slide
Read More

5 coisas que você precisa saber sobre o Beijador – Minha Fauna

A Rainha de Tearling – Vol. 1 – Erika Johansen

O QUE É O QUE É: Uma garota exilada com uma coroa falsa?
Resposta: Uma Rainha Verdadeira.

 

A Rainha de Tearling

De vez em quando chega aqui em casa algum livros da Companhia das Letras, e só vem coisa boa. Recebi A Rainha de Tearling junto com A Febre do Amanhecer, que já resenhei AQUI.

A Rainha de Tearling é o primeiro volume de uma trilogia e fica até difícil de descrever em questão de gênero, eu poderia dizer que o livro é uma fantasia medieval distópica, com um quê de pós-apocalíptico…hahaha, deu um nó no seu cérebro? Pois é, no meu também.

Kelsea é uma garota criada por pais adotivos e educada durante toda a vida para se tornar a próxima governante do reino de Tealing. Ao completar 19 anos, é levada pela Guarda da Rainha para tomar seu lugar de direito e lutar pelo seu trono.

Porém, ao chegar no Tealing, percebe que seu reino está devastado pela miséria e as consequências dos atos egoístas de sua falecida mãe, tão vaidosa e fútil. Seu tio, o regente, não ajudou em nada, e Kelsea se vê de mãos atadas para proteger seu povo.

Com a ajuda da Guarda da Rainha e de um amuleto de muito poder, Kelsea terá que lutar contra todos que tentam derrubá-la e proteger seu povo, mudando destinos que estavam há muito traçados.

A heroína é fantástica, com uma personalidade muito humana, em meio à uma sociedade extremamente cruel. Kelsea é insegura, um pouco impulsiva, com ideais feministas e sempre movida pela compaixão. Muitas vezes toma decisões imprudentes, para que seu povo não sofra, o que faz da personagem uma das heroínas mais fortes dos últimos tempos.

Com personagens muito marcantes, como Clava, Fetch, Andalie, Pen e a própria Kelsea, A Rainha de Tealing é cheia de ação, aventura e magia do começo ao fim, deixa um gostinho delicioso de quero mais e uma ansiedade para o que ainda está por vir na trilogia.

[…] a história também nos dá ampla demonstração de que a rainha Glynn, ao contrário da Rainha Vermelha, muitas vezes moderava suas decisões com compaixão. De fato, muitos historiadores acreditam que essa é a diferença crucial entre as duas. 

A Rainha de Tearling

A Rainha de Tearling

A Rainha de Tearling

Sinopse

Quando a rainha Elyssa morre, a princesa Kelsea é levada para um esconderijo, onde é criada em uma cabana isolada, longe das confusões políticas e da história infeliz de Tearling, o reino que está destinada a governar. Dezenove anos depois, os membros remanescentes da Guarda da Rainha aparecem para levar a princesa de volta ao trono – mas o que Kelsea descobre ao chegar é que a fortaleza real está cercada de inimigos e nobres corruptos que adorariam vê-la morta. Mesmo sendo a rainha de direito e estando de posse da safira Tear – uma joia de imenso poder –, Kelsea nunca se sentiu mais insegura e despreparada para governar. Em seu desespero para conseguir justiça para um povo oprimido há décadas, ela desperta a fúria da Rainha Vermelha, uma poderosa feiticeira que comanda o reino vizinho, Mortmesne. Mas Kelsea é determinada e se torna cada dia mais experiente em navegar as políticas perigosas da corte. Sua jornada para salvar o reino e se tornar a rainha que deseja ser está apenas começando. Muitos mistérios, intrigas e batalhas virão antes que seu governo se torne uma lenda… ou uma tragédia.

Autor:  Erika Johansen
Tradução: Cássio de Arantes Leite
Editora: Suma de Letras
Páginas: 350
Preço Médio: R$44,00

Onde Comprar

Não deixe de curtir nosso facebookinstagram e twitter pra não perder nada!

Comentários

comments

Designer metida a Valente. Apaixonada por livros, maquiagem, cabelos e cores. Namorada que aguenta as palhaçadas e músicas ruins do Paulo.