slide
Read More

Nossas Noites – Kent Haruf

slide
Read More

Linha Óleo de Coco – Novex

slide
Read More

3 coisas – pH, kH e gH (explicação SIMPLES)

slide
Read More

5 coisas que você precisa saber sobre o Beijador – Minha Fauna

Eu não dava praquilo – Resenha de Casal

Salve Myriam! Assim começa o monólogo Eu não dava praquilo

myriam-muniz Eu não dava praquilo

Talvez nem todos saibam quem foi Myriam Muniz de Melo. Ela foi uma atriz Brasileira que era avessa à mídia. Dizia que o mais importante era o trabalho do ator e não toda essa valorização midiática.

Nascida dia 28 de outubro de 1931 em São Paulo no bairro do Cambuci, antes de ser atriz, praticou enfermagem e depois foi tentar ser bailarina. Ela não dava praquilo e em 1958 matriculou-se na Escola de Arte Dramática, onde se achou. Em 1961, estreou no teatro profissional. O espetáculo, baseado em um depoimento dela gravado em vídeo e editado por amigas quando ela faleceu em 2004 , conta essas histórias além do ingresso no teatro de arena, a convivência com Flávio Império, a criação da escola de teatro Macunaíma e a consagração ao dirigir o musical Falso Brilhante de Elis Regina. Foi escrito por Cassio Scapin, Cássio Junqueira e dirigido por Elias Andreato

Cassio-Scapin-e-Elias-Andreato-blog

Eu sempre me interessei por arte, mas infelizmente, até os meus 19 anos, quando a Myriam ainda era viva eu não tinha noção da sua importância. Digo isso porque ela era minha prima de terceiro grau, e, embora eu tenha crescido ouvindo histórias sobre ela, pessoalmente nos encontramos poucas vezes.

Eu era muito ligado a minha tia avó Lucy, chamada carinhosamente de Dinda, que era prima irmã da Myriam e trabalhou com ela vários anos. Vendo o espetáculo, reconheço a influência que a Myriam teve na vida dela, e até reconheço algumas passagens de Eu não dava praquilo, histórias contadas pela Lucy, minha mãe e tio que frequentaram a escola de teatro Macunaíma.

Eu não dava praquilo diminui um pouco a minha frustração de não ter convivido com a Myriam. O Cassio Scapin consegue revivê-la. Do pouco que me lembro dela, está igual! É como se eu pudesse ter uma aula com ela, é como se ela estivesse ali dizendo o que é teatro de verdade.

foto-joao-caldas-f-_50206a

Ouso dizer que minha vontade de fazer vlogs e matérias para esse blog é uma vontade orgânica herdada desse lado da família. Acho que não dou pro teatro, sou ansioso demais e a Myriam já dizia que a ansiedade acaba com o ator, porém, ela também dizia que temos que tentar e experimentar inúmeras vezes, é por isso que estou a 4 anos tentando produzir conteúdo para internet.

E se eu tivesse desistido eu não teria ido com a Marisa Levino do Geração Y na Alltv entrevistar o Cassio Scapin, que recebeu a gente muito bem. Claro que fiquei para o espetáculo, que, na época foi no CCBB São Paulo, e me emocionei. Chorei mesmo.

Depois o espetáculo foi para o Teatro Renaissance e devo agradecer o Gabriel Mendonça que me presenteou com dois lugares, infelizmente não pude ir, mas meus pais foram e foi muito gratificante dar esse presente para eles, que claro, gostaram muito!

Felizmente Eu não dava praquilo retornou esse mês no Itaú cultural, e eu fui com a Vanessa. Eu queria muito que ela também pudesse conhecer um pouquinho da Myriam e rever o espetáculo foi emocionante para mim. O palco nu reforça a importância do ator, com um xale preto e um cigarro Scapin incorpora a personagem.

Se você viu o espetáculo ou se conhecia a Myriam conta pra gente e compartilha a essência do teatro!

Não esquece de curtir nosso facebookinstagram e twitter pra não perder nada!

Comentários

comments

Videomaker, Técnico em informática, ex-Sacripanta, Vj da ex-mtv por 15 minutos e o mais importante, namorado da Vanessa, a parte do casal que presta nesse blog!