slide
Read More

Vamos fazer de conta que isso nunca aconteceu…

Resenha
slide
Read More

A Morte do Capitão América

– Resenha Literária
slide
Read More

Mês das Crianças no Escape Hotel

slide
Read More

Festival da Batata e do Milkshake

slide
Read More

Primer Pore Minimizing Smashbox

slide
Read More

Maionese #TodeCacho

Resenha

Hoje Eu Quero Voltar Sozinho – Resenha de Casal

voltarsozinhoslide

Hoje Eu Quero Voltar Sozinho, filme nacional do estreante Daniel Ribeiro que trata de amor, só que com algumas particularidades.

Hoje Eu Quero Voltar Sozinho

Baseado no curta Eu não Quero Voltar Sozinho  (2010), também do Daniel, e que foi um sucesso, os personagens retornam e agora com mais tempo e recursos o debate se amplia e explora o adolescente Leo (Ghilherme Lobo) tentando conquistar sua independência e descobrindo sua sexualidade. Você já viu isso antes, ai entram as particularidades, Leo nasceu cego e é Gay.

Porém, ele poderia ter outro tipo de deficiência, ser obeso ou até mesmo tímido. Ele é um adolescente como outro qualquer buscando a autoafirmação. Giovana (Tess Amorim) é a amiga inseparável de Leo que, com a chegada de Gabriel (Fabio Audi) à escola se vê com um ciúme incontornável. É legal ver a naturalidade com o qual Leo lida com a sua cegueira, as gafes cometidas por Gabriel e também com o bullying  que sofre – mais por ser cego. Se trata de um roteiro de romântico e sem pretensão de representar as minorias.

O filme é leve, assim como as atuações que são muito boas, principalmente a do Leo (Ghilherme Lobo) que convence muito bem.  A fotografia é tranquila e uniforme e a trilha sonora idem. É tudo muito simples, sem grandes pretensões artísticas porém consegue passar muito bem sua mensagem de forma muito natural.

Certamente é um belo filme, principalmente para assistir em casal, aprovamos e recomendamos. Não é à toa que foi escolhido para representar o Brasil no Oscar 2015

Sinopse:

Leonardo (Guilherme Lobo), um adolescente cego, tenta lidar com a mãe superprotetora ao mesmo tempo em que busca sua independência. Quando Gabriel (Fabio Audi) chega na cidade, novos sentimentos começam a surgir em Leonardo, fazendo com que ele descubra mais sobre si mesmo e sua sexualidade. 

Trailer:

Curiosidades:

O título original provisório deste filme era “Todas as coisas mais simples“, mas foi considerado muito genérico e desconectado da história do curta metragem que o originou. Depois de muita discussão em torno do novo nome, o diretor Daniel Ribeiro e a produção chegaram a um título que reflete tanto as mudanças ocorridas no filme quanto os conflitos do personagem Leonardo: Hoje Eu Quero Voltar Sozinho.

Até Segunda com mais um post sobre cinema e não deixe de curtir nosso facebookinstagram e twitter pra não perder nada!

Fonte: Adoro Cinema e Omelete

Comentários

comments

Videomaker, Técnico em informática, ex-Sacripanta, Vj da ex-mtv por 15 minutos e o mais importante, namorado da Vanessa, a parte do casal que presta nesse blog!