slide
Read More

Nossas Noites – Kent Haruf

slide
Read More

Linha Óleo de Coco – Novex

slide
Read More

3 coisas – pH, kH e gH (explicação SIMPLES)

slide
Read More

5 coisas que você precisa saber sobre o Beijador – Minha Fauna

Lucy – Resenha de Casal

Desde o Quinto Elemento, Luc Besson parece não acertar. Será que em Lucy, trazendo a Scarlett Johansson mais uma vez como heroína ele acertou?

filme_953.jpg.300x441_q85_crop

Nós já sabemos que os humanos não usam apenas 10% do cérebro, mas vamos supor que sim, e que ao utiliza-lo além dessa capacidade você teria super poderes. Isso daria um ótimo roteiro de filme trash, mas não é. É o roteiro de Lucy, um filme hollywoodiano que custou R$ 40 milhões e além de ter a bela Scarlett Johansson como Lucy utilizando 100% do seu cérebro, Temos o Morgan Freeman como um cientista para dar peso a risível teoria do filme.

Por incrível que pareça, ver a Scarlett Johansson se transformar de piriguete em uma deusa por causa de um acontecimento digno de um filme trash é interessante. Parte dessa reação positiva se deve obviamente as ótimas interpretações de Johansson e Freeman e também no acerto de Besson nas cenas de ação, drama e até humor. É difícil classificar a bagunça que é esse filme mas surpreendentemente o filme funciona quando se leva a sério e quando não se leva, nas cenas de ação, nos momentos dramáticos e até poéticos.

Eu fiquei na dúvida se faria uma resenha positiva ou negativa, no fim das contas esse longa com cara de Filme B e de Blockbuster resgata um pouco das ambições de O quinto elemento e serve passar o tempo de forma divertida sem grandes pretensões de um filmão.

Sinopse

Quando a inocente jovem Lucy (Scarlett Johansson) aceita transportar drogas dentro do seu estômago, ela não conhece muito bem os riscos que corre. Por acaso, ela acaba absorvendo as drogas, e um efeito inesperado acontece: Lucy ganha poderes sobre-humanos, incluindo a telecinesia, a ausência de dor e a capacidade de adquirir conhecimento instantaneamente.

Trailer

Curiosidades

“Parte O Profissional, parte A Origem, parte 2001 – Uma Odisseia no Espaço”. Assim Luc Besson definiu Lucy.

No dia 3 de agosto de 2014, em entrevista ao noticiário noturno do France 2, Luc Besson disse que esse projeto levou 10 anos para se tornar realidade. Ele também admitiu saber que alguns pressupostos científicos estavam errados, como, por exemplo, que os seres humanos usam apenas 10% do seu potencial cerebral. Ainda assim, ele sempre achou que isso poderia ser “um ótimo começo para um filme sci-fi”, e levou a ideia adiante.

O diretor Luc Besson faz duas participações especiais no filme. Na primeira, ele é um dos medicos entre as três “mulas” presas por transporte de drogas. Na segunda, ele é uma das vítimas de uma chacina promovida pela gangue de Mr. Jang  (Min-sik Choi).

Embora as cenas na Ásia transcorram em Taiwan, República da China, Mr. Jang e seu capanga conversam em coreano.

Fonte: Omelete e Adoro Cinema

Comentários

comments

Videomaker, Técnico em informática, ex-Sacripanta, Vj da ex-mtv por 15 minutos e o mais importante, namorado da Vanessa, a parte do casal que presta nesse blog!