slide
Read More

Vamos fazer de conta que isso nunca aconteceu…

Resenha
slide
Read More

A Morte do Capitão América

– Resenha Literária
slide
Read More

Mês das Crianças no Escape Hotel

slide
Read More

Festival da Batata e do Milkshake

slide
Read More

Primer Pore Minimizing Smashbox

slide
Read More

Maionese #TodeCacho

Resenha

O Grande Hotel Budapeste – Resenha de Casal

hotelbudaslieo

Em O Grande Hotel Budapeste, o diretor Wes Anderson nos convida para uma estadia mágica e mostra que não vive só de estética.

073505.jpg-r_640_600-b_1_D6D6D6-f_jpg-q_x-xxyxx

Confesso que num primeiro momento o filme não me chamou atenção, assim como os demais filmes de Wes Anderson –  A Vida Marinha com Steve Zissou),Três É Demais, Os Excêntricos Tenenbaums, O Fantástico Sr. Raposo e Moonrise Kingdom. Inclusive fico devendo resenhas dos mesmos pois ainda tenho que assisti-los, eu sei, um absurdo.

Porém, em breve o farei e a culpa é do Grande Hotel Budapeste, que estava na lista dos filmes que concorreram ao Oscar, que eu iria resenhar. Aqui estou para dizer que, além da estética incrível com lindos cenários e respeitando as janelas de projeção usadas nas épocas em que a trama se passa, desde o 1.85 dos dias de hoje até o 1.33 dos anos 1930, recorrendo também a a miniaturas e animação em stop-motion para filmar cenários e cenas de ação, como a perseguição na neve – que é engraçada e estranha -, Wes Anderson consegue colocar como principal o desenvolvimento da história e dos personagens.

Temos uma história dentro de uma outra história dentro de outra história, e embora pareça confuso, não é tanto, rs. A história gira em torno dos dois protagonistas  M. Gustave (Ralph Fiennes), concierge do hotel, e Zero (Tony Revolori), um jovem empregado do local. Gustave recebe uma herança de uma senhora rica recém-falecida, o que incomoda muito os familiares desta, que farão de tudo para que ele não fique com o objeto que lhe foi concedido.

O elenco do filme é muito bom,  Adrien Brody, Willem Dafoe – ótimo, Mathieu Amalric, Jude Law, Saoirse Ronan, Jason Schwartzman, Harvey Keitel, Jeff Goldblum, Tilda Swinton, Owen Wilson, Tom Wilkinson, Edward Norton , Léa Seydoux e o parceiro de longa data de Wes Anderson, Bill Murray.

Não vou dizer que é uma grande obra prima mas sem dúvida é um grande filme, recomendadíssimo para assistir com a namorada.

 Sinopse

No período entre as duas guerras mundiais, o famoso gerente de um hotel europeu conhece um jovem empregado e os dois tornam-se melhores amigos. Entre as aventuras vividas pelos dois, constam o roubo de um famoso quadro do Renascimento, a batalha pela grande fortuna de uma família e as transformações históricas durante a primeira metade do século XX.

Trailer

Curiosidades

Tilda Swinton passou horas na cadeira de maquiagem para interpretar a viúva de 84 anos, Madame D. “Nós não estamos trabalhando com um vasto, estilo “Bruckheimer” orçamento em meus filmes, por isso, muitas vezes, tentamos uma solução alternativa”, disse Wes Anderson. “Mas, para a caracterização idosa eu apenas disse: ‘Vamos contratar os profissionais mais caros que pudermos”.

Em uma entrevista, Saoirse Ronan admitiu que fazer confecção de assinatura do hotel, o Courtisane au Chocolat, não foi fácil. “Esqueça as cenas de ação em Hanna (2011),” ela disse, “estes pequenos bolos foram a coisa mais difícil que tive de fazer em um filme.”

O nome fictício da República de Zubrowka vem da vodka polonesa, Żubrówka. É a marca de vodka de centeio, temperada com erva de bisonte e de grande renome na Europa.

Segundo a Variety, a Fox Searchlight enviou a sua especificação para “projeção adequada” do filme aos cinemas antes de seu lançamento. No entanto, a obra de Wes Anderson foi filmada em três formatos diferentes (1,37, 1,85 e 2,35: 1) para informar os espectadores aonde eles estão na linha do tempo, que se alterna entre 1985, 1968 e 1930, instruindo claramente  que a película se destina a ser projetada em 1,85: 1, proporção de aspecto (o padrão). Além da configuração do projetor, as indicações incluem informações sobre como enquadrar a definição de imagem, o brilho da imagem, configuração de áudio e fader.

Johnny Depp foi a primeira escolha de Wes Anderson para o papel de M. Gustave.

Sétima colaboração de Wes Anderson com Bill Murray.

Jeff Goldblum interpreta Vilmos Kovacs, uma homenagem aos cineastas László Kovács e Vilmos Zsigmond.
Em entrevista à NPR, Wes Anderson disse sobre encontrar locais de filmagem, “Nós encontramos esta loja de departamentos nesta cidade chamada Görlitz, que está em Saxony. Metade dos Görlitz está na Alemanha, a outra metade na Polônia. É na fronteira, e cerca de 20 minutos da República Checa. Então, de certa forma, é realmente onde a nossa história seria, se houvesse um lugar como esse no enredo. E esta loja que encontramos fizemos nosso hotel, o grande hall de entrada e, em seguida, encontramos todo o resto para o filme dentro de um determinado tipo de raio do departamento.”

De acordo com Wes Anderson, todo o elenco se hospedou no mesmo hotel [Hotel Börse em Görlitz] durante a fotografia principal do filme. Ele insistiu que toda maquiagem e figurino acontecesse no lobby do hotel para dar ao processo mais urgência e acelerar as filmagens. O proprietário do mesmo estabelecimento aparece no filme como um trabalhador extra na recepção do Gran Budapest, e depois do fim das filmagens do dia, a equipe o encontrou na recepção do seu próprio hotel.

A marca de nascença no rosto da personagem de Agatha está no formato do México.

A partir de janeiro de 2015, este é o filme de maior bilheteria cinematográfica da carreira de Wes Anderson, arrecadando $ 175,000,000 em todo o mundo. Foi também o filme independente de maior bilheteria de 2014 e o filme de maior bilheteria de liberação limitada de 2014. Em sua primeira semana, o filme arrecadou mais de 811 mil dólares americanos em apenas 4 exibições, com média de 202 mil dólares por tela.

A aparência e estilo do Sr. Moustafa (F. Murray Abraham) é baseado no prolífico escritor e professor norte-americano Harold Jaffe. Wes Anderson é um admirador de sua obra.

Em uma entrevista com o biógrafo de Stefan Zweig, Wes Anderson destaca dois dos livros de Zweig: “Beware of Pity” e “The Post Office Girl’, a partir do qual O Grande Hotel Budapeste roubou alguns elementos. Ele também afirma que “dois personagens da nossa história tem vagamente a intenção de representar o próprio Zweig. Nosso ‘Autor’, interpretado por Tom Wilkinson, e sua versão fictícia interpretada por Jude Law. Mas, na verdade, M. Gustave, o personagem principal que é interpretado por Ralph Fiennes, é modelado de forma significativa sobre Zweig também.”

O pintor ficcional Johannes van Hoytl ‘o Jovem’ (1613-1669) é baseado em uma combinação de Hans Holbein ‘o Jovem’ (1497-1543) e Lucas Cranach ‘o Velho’ (1472-1553).

O tradicional “jingle da Fox” não é ouvido no título de abertura do filme.

Quando Jopling está examinando a foto de Agatha em sua plataforma, a insígnia da divisão Zig-Zig ao lado da foto é de concepção semelhante a que pertence à SS nazista.

Jeff Goldblum interpreta Adjunto Kovacs. Goldblum interpretou o comediante Ernie Kovacs em Ernie Kovacs: Between the Laughter (1984).

Ralph Fiennes, Edward Norton e Harvey Keitel apareceram todos juntos no prequel de “O Silêncio dos Inocentes”, “Dragão Vermelho”.

Fonte:  Adoro Cinema, Omelete 

Comentários

comments

Videomaker, Técnico em informática, ex-Sacripanta, Vj da ex-mtv por 15 minutos e o mais importante, namorado da Vanessa, a parte do casal que presta nesse blog!