slide
Read More

Nossas Noites – Kent Haruf

slide
Read More

Linha Óleo de Coco – Novex

slide
Read More

3 coisas – pH, kH e gH (explicação SIMPLES)

slide
Read More

5 coisas que você precisa saber sobre o Beijador – Minha Fauna

O Hobbit – A Desolação de Smaug. – Resenha de Casal

Acompanhamos o encontro cheio de ação entre Bilbo e  Smaug em O Hobbit – A Desolação de Smaug.

O Hobbit - A Desolação de Smaug

Peter Jackson sabe contar histórias sobre a Terra Média e até mesmo quem não gosta do tema se empolgou com a trilogia de Senhor dos Anéis. Eu já gostava do diretor desde que assisti Bad Taste – ou Náusea Total – um dos maiores clássicos trashs de todos os tempos, rs.

Claro que em o Hobbit ele iria acertar novamente. Diferente do primeiro, esse é mais sombrio e possui mais ação, porém é mais arrastado também e com cenas desnecessárias como a do flash back entre Gandalf (Ian McKellen) e Thorin (Richard Armitage). Para mim que não sou muito chegado no gênero foi um pouco maçante mas não chega a ser um problema para o desenvolvimento do filme.

Não podemos dizer que os personagens não são bem desenvolvidos, afinal, transformar a história do Hobbit em uma trilogia é até exagero e optar pela interrupção do filme sem um fim é um pouco frustrante mas só porque me gerou uma grande expectativa.

Não li a obra de Tolkien mas é evidente que o roteiro do filme foi muito bem escrito por Peter Jackson, Philippa Boyens e Guillermo del Toro. A fotografia também é excelente porém prejudicada pelo 3D e alguns efeitos me lembraram um jogo de vídeo game.

O ponto alto do filme é sem dúvida o encontro de Bilbo e Smaug, o Dragão é muito bem feito e realmente impressiona em meio ao seu tesouro e a voz de Cumberbatch está perfeita no bicho.  Destaque também para Legolas (Orlando Bloom) que empolga e traz nostalgia.

A Vanessa gosta mais do gênero que eu e me incentivou a acompanhar ao história do Bilbo, que sem dúvida é excelente para se assistir a dois, principalmente porque terão bastante tempos para ficarem juntos, rs.

Sinopse

Após iniciar sua jornada ao lado de um grupo de anões e de Gandalf (Ian McKellen), Bilbo Bolseiro (Martin Freeman) segue em direção à Montanha Solitária, onde deverá ajudar seus companheiros de missão a retomar a Pedra de Arken, que fará com que Thorin  (Richard Armitage) obtenha o respeito de todos os anões e o apoio na luta para retomar seu reino. O problema é que o artefato está perdida em meio a um tesouro protegido pelo temido dragão Smaug (voz de Benedict Cumberbatch). Ao mesmo tempo, Gandalf investiga uma nova força sombria que surge na Terra Média.

Trailer

Curiosidades

Baseado no livro “O Hobbit”, de J.R.R. Tolkien.

Precedido por O Hobbit: Uma Jornada Inesperada (2012) e seguido por O Hobbit: Lá e de Volta Outra Vez (2014). Conta a história que se passa antes da trilogia O Senhor dos Anéis.

Ian Holm e Christopher Lee rodaram suas cenas em um estúdio em Londres. Eles não puderam viajar para a Nova Zelândia por motivos de saúde.

Guillermo del Toro iria dirigir o longa, mas desistiu. Peter Jackson acabou assumindo a responsabilidade.

Até Segunda com mais um post sobre cinema e não deixe de curtir nosso facebookinstagram e twitter pra não perder nada!

Fonte:  Adoro Cinema, Omelete 

Comentários

comments

Videomaker, Técnico em informática, ex-Sacripanta, Vj da ex-mtv por 15 minutos e o mais importante, namorado da Vanessa, a parte do casal que presta nesse blog!