slide
Read More

Vamos fazer de conta que isso nunca aconteceu…

Resenha
slide
Read More

A Morte do Capitão América

– Resenha Literária
slide
Read More

Mês das Crianças no Escape Hotel

slide
Read More

Festival da Batata e do Milkshake

slide
Read More

Primer Pore Minimizing Smashbox

slide
Read More

Maionese #TodeCacho

Resenha

O lado bom da Deep Web

DEEPBOMSLIDE

Quando se fala em Deep Web, imaginamos um monte de bizarrices e coisas ilegais. A versão underground da internet tem muito mais do que isso, conheça o lado bom da Deep Web.

deep-web

Antes de mais nada, caso você não saiba o que é Deep Web o Wikipédia te explica, rs:

Deep Web (também chamada de Deepnet, Web Invisível, Undernet ou Web oculta) se refere ao conteúdo da World Wide Web que não faz parte da Surface Web, a qual é indexada pelos mecanismos de busca padrão.

Não deve ser confundida com a Dark Internet, que está relacionada à porção da Internet que não pode ser acessada ou que se tornou inacessível por meios convencionais. Também não se confunde com a Darknet, que não é uma simples rede de compartilhamento de arquivos, mas uma rede subjacente ou em camadas, onde existem grandes esforços no sentido de se manterem anônimos os dados de seus utilizadores.

Mike Bergman, fundador da BrightPlanet e autor da expressão , afirmou que a busca na Internet atualmente pode ser comparada com o arrastar de uma rede na superfície do oceano: pode-se pescar um peixe grande, mas há uma grande quantidade de informação que está no fundo, e, portanto, faltando. A maior parte da informação da Web está enterrada profundamente em sites gerados dinamicamente, a qual não é encontrada pelos mecanismos de busca padrão. Estes não conseguem “enxergar” ou obter o conteúdo na Deep Web – aquelas páginas não existem até serem criadas dinamicamente como resultado de uma busca específica. A Deep Web possui um tamanho muito superior ao da Surface Web.

Entendeu? É isso mesmo, por se tratar de uma navegação anônima é claro que existe o mau uso e parte do que você escuta de ruim deve ser verdade, mas por outro lado existem pessoas que simplesmente procuram liberdade e não estão de acordo com a regras impostas pelo Google, por exemplo. Usar a Deep Web também é um jeito de burlar a censura de alguns países que controlam a internet, principalmente se você for um jornalista estrangeiro e precisa se comunicar com sua redação. Há quem diga que a Primavera Árabe não existiria sem a Deep Web.

Temos grupos famosos também que vieram das profundezas da web, o Wikileaks e o Anonymous, que refugiaram documentos sigilosos ali. Militares e políticos também se comunicam pela teia misteriosa e acobertam suas ações na rede – o que a torna um local muito mais rico em informações do que se imagina e é comentado.

Nas minhas fontes de pesquisa, encontrei citações a acervos de livros raros. Muito menos previsíveis blogs de fanfiction, clubes de leitura revolucionários, sites especializados em espeleologia, arquivos de Cientologia, etc.

É possível encontrar fórum para hackers, locais para denunciar violações de direitos fundamentais e problemas governamentais, site com manuais sobre qualquer coisa, etc.

O senso de comunidade é o que une tantos marginalizados e vanguardistas digitais, por isso a Deep Web também se tornou um caldeirão de inovações de mídia,  muitas das inovações em mídia digital tiveram sua origem ali.

Eu sei que você está morrendo de vontade de acessar a Deep Web, Para navegar lá as pessoas costumam usar o TOR (The Onion Router), um software que impede que suas atividades online fiquem registradas e sejam bisbilhotadas por quem quer que seja. Caso seja iniciante,  principal jeito de usar a Deep Web, é a Hidden Wiki, o Google do subsolo internético, e é bom saber que navegar por lá é muito lento.

Vale dizer que coisas ilegais e bizarras não vão pular na sua cara a menos que você procure ou não fique atento aonde clica, a Deep Web também é pródiga em vírus de todos os tipos e tamanhos. Portanto é por sua conta e risco, estude bem o tema antes de entrar para saber como navegar. Eu mesmo não tive o interesse de navegar pela Deep Web ainda e por isso não posso indicar o caminho para todos os conteúdos citados.

Caso você já tenha experiência ou vai se aventurar pelas profundezas da web, conta ai para gente as suas experiências e ajude a desmistificar a Deep Web.

Não deixe de curtir nosso facebookinstagram e twitter pra não perder nada!

Fonte: Wikipédia, Revista Galileu, Olhar Digital, Motherboard e Teciber

Comentários

comments

Videomaker, Técnico em informática, ex-Sacripanta, Vj da ex-mtv por 15 minutos e o mais importante, namorado da Vanessa, a parte do casal que presta nesse blog!

Tags: