slide
Read More

Vamos fazer de conta que isso nunca aconteceu…

Resenha
slide
Read More

A Morte do Capitão América

– Resenha Literária
slide
Read More

Mês das Crianças no Escape Hotel

slide
Read More

Festival da Batata e do Milkshake

slide
Read More

Primer Pore Minimizing Smashbox

slide
Read More

Maionese #TodeCacho

Resenha

O Lado Bom da Vida – Resenha de Casal

o-lado-bom-da-vida (1)

E lá vamos nós para mais uma resenha de casal, dessa vez sobre o filme O Lado bom da vida.

o lado bom da vida

Ele: Quando a Vanessa deu a ideia de assistirmos um filme amorzinho, no caso O lado bom da vida, confesso que não fiquei muito motivado mas tudo mudou quando ela disse que era um filme com a Jennifer Lawrence, digo, Jennifer Lawrence e Bradley Cooper. Já tive boas experiências com os filmes O vencedor e Trapaça do David O. Russel mas não sabia o que esperar deste, e me surpreendeu muito!

Se trata de um drama/comédia muito bem escrito e assim como nos filmes citados acima o desenvolvimento dos personagens e atuações são sensacionais, Robert De Niro está fantástico interpretando um papel secundário.

O filme fala de forma bem humorada, porém séria, sobre problemas psiquiátricos. Eu me identifiquei nessa busca dos personagens por amor próprio, é uma história sobre se recompor, e acredito que muitos já passaram ou irão passar por isso. Até achei graça quando numa cena muito legal em um jantar os personagens citam nomes de remédios e eu me dei conta que já havia tomado pelo menos metade deles, afinal de perto ninguém é “normal” e é isso que o filme mostra.

Recomendadíssimo para todos e principalmente para casais que estão cansados de comédias românticas água com açúcar e querem mais substância, esse filme me ajudou a ver o lado bom da vida!

Ela: Eu gosto muito desse filme, e o livro está na minha lista de desejados, mais ainda não li. O filme é emocionante e está bem longe de ser uma comédia romantica feminina e boba. Todos os personagens tem profundidade, e a atuação está impecável, destacando o Robert De Niro que dá um show e faz a gente chorar com ele.

Acho  muito interessante a forma como os personagens são trabalhados. Todos eles tem algum problema psicológico, mas cada um com suas particularidades. É divertido ver o Pat falando a verdade nas horas mais inapropriadas, assim como é emocionante perceber a força e a segurança da Tiffany.

Como o Paulo diz, é um filme que fala sobre se recompor, e você acaba vivendo isso junto com os personagens, lutando com eles por essa reconstrução. O tipico filme que te dá sensações boas, e aquele sorriso que vem sem você perceber.

Sinopse:

Por conta de algumas atitudes erradas que deixaram as pessoas de seu trabalho assustadas, Pat Solitano Jr. (Bradley Cooper) perdeu quase tudo na vida: sua casa, o emprego e o casamento. Depois de passar um tempo internado em um sanatório, ele acaba saindo de lá para voltar a morar com os pais. Decidido a reconstruir sua vida, ele acredita ser possível passar por cima de todos os problemas do passado recente e até reconquistar a ex-esposa. Embora seu temperamento ainda inspire cuidados, um casal amigo o convida para jantar e nesta noite ele conhece Tiffany (Jennifer Lawrence), uma mulher também problemática que poderá provocar mudanças significativas em seus planos futuros.

Trailer

Curiosidades:

Inicialmente o  Mark Wahlberg seria o protagonista porém o diretor resolveu substituí-lo  por Bradley Cooper. Anne Hathaway seria a Tiffany mas conflitos em sua agenda fizeram a Jennifer Lawrence ficar com o papel.

Chris Tucker não atuava desde 2007 em  A hora do Rush 3 e De Niro não era indicado ao Oscar  faziam 21 anos.

Até Segunda com mais um post sobre cinema e não deixe de curtir nosso facebookinstagram e twitter pra não perder nada!

Fonte: Omelete, Adoro Cinema 

 

 

Comentários

comments

Videomaker, Técnico em informática, ex-Sacripanta, Vj da ex-mtv por 15 minutos e o mais importante, namorado da Vanessa, a parte do casal que presta nesse blog!